Como toda a gente sabe, passada uma certa idade, as pessoas entram na reforma, idade essa que em Portugal aumentou a relativamente pouco tempo, 65 anos.

Uma pessoa depois de entrar na reforma, fica desamparado. Todo o tempo que gastava no trabalho certa de 8 horas ou ate mais por dia, fica agora essas horas sem fazer nada. E muitas são as pessoas que entram na reforma e que ficam em casa o dia inteiro por não estarem habituadas por não ter nada que fazer. É normal que depois arranjam sempre algum coisa que fazer, mas aquele stress saudável de ter que ir para o trabalho e ter uma responsabilidade, faz com que o envelhecimento não apareça precocemente. Embora que muitas pessoas se queixam que aos 65 anos já não tem condições para prestar serviços em condições, como faziam quando eram mais jovens.

Depois da reforma, para aqueles que ainda têm um relacionamento, vem a perda do seu parceiro da vida, talvez a maior dor de perda que terão em toda a sua vida. Depois desta perda, à que dar a volta por cima. Renascer da magoa e da perda é difícil mas não é impossível, mas muitas vezes leva com que a pessoa que ficou entre nós envelheça mais rapidamente do que se mantivesse acompanhada. Mas para renascer da magoa à que passar pelo o luto, a irritação, negação, magoa, depressão e aceitação. Todo este processo de luto é mais uma etapa de vida, mais uma sabedoria, mas á que saber lidar com ela, pois ela muitas vezes leva com que a pessoa envelheça ainda mais.

Advertisements